GEORGE SOROS E FAKE NEWS
 

 


George Soros financia Projeto Correctiv

DER SPIEGEL

04 de abril de 2017

O escritório do serviço de utilidade pública Correctiv quer apontar notícias falsas na internet. Por ora, o trabalho será financiado por instituição do bilionário George Soros. 

A exata data de início do projeto, ainda não foi indicada, mas o dinheiro já está lá. O escritório do serviço de utilidade pública Correctiv recebeu da Open Society Foundations, a qual tem o suporte de investidores americanos e do bilionário George Soros, algo em torno de 100.000 euros para a verificação de notícias falsas na internet.
 

O propósito da Correctiv é se concentrar nas notícias falsas no Facebook, mas segundo David Schraven, o diretor da empresa, eles não limitarão suas atuações a apenas isso. Por ora, sua atuação será a de suporte em serviços de mídia chamado de “Turi2”.
 

Notícias falsas devem ser marcadas com um aviso “Em caso de dúvida, essa notícia será checada”. Além disso, o Correctiv, não tem apenas a preocupação com notícias, mas também em esclarecer a sua situação. Segundo David Schraven, a data do início da atuação ainda não foi confirmada. “Nós esperamos que o lançamento seja em breve”, afirmou ele.
 

100.000 Euros da Fundação Open Society

Até agora, três dos funcionários do Correctiv estão ocupados com o tema “Checagem dos Fatos” e mais dois ainda devem se juntar a eles. Entre esses outros que estão por vir, está Karolin Schwarz, a colaboradora do site Hoaxmap, um website especializado em investigar boatos a respeito de supostos crimes executados por refugiados.

De acordo com Schraven, os �.000 euros chegarão da Open Society Foundations até o fim do ano de 2017. “Depois desse período, veremos como ficarão as coisas”.

Já no mês de janeiro, o Facebook, informou que procederia de maneira dura contra a disseminação de notícias falsas e trabalharia em conjunto com o Correctiv. As empresas da internet não oferecem nenhum pagamento ao escritório de pesquisa.

Geraram-se muitas discussões e entre uma delas, a de que o Facebook manteria de fora muito dos seus conteúdos, ao invés de executar ações que combatessem informações falsas.

O bilionário George Soros é aquele que provém o dinheiro há muitas décadas, em apoio a iniciativas civis de democratização. Ele é uma figura odiada por muitos europeus do lado leste com governos de direita. Recentemente, Viktor Orbán do Partido Fidesz, da Hungria, agiu contra os interesses de Soros e suas Ong’s, que atuam no país. Segundo ele, elas serão “varridas do território”. Além disso, Orbán proclamou uma lei pela qual aumentará o controle sobre os colaboradores das Ong’s.

Tradução: Márcio Alexandre